Sobre o Inumeráveis

Cláudio Spiller

1955 - 2020

Da cadeira de rodas era só sorrisos para suas meninas. O cara mais carismático da história.

Conheceu a Cris na escola aos nove anos. Namorou, noivou, casou e não parou de chamar pelo seu nome nos 40 anos que vieram pela frente.

Tiveram duas filhas, as quais depois de um prognóstico devastador, teve o prazer de levar ao altar.

O AVC decretava sua morte ou o buraco de existir em estado vegetativo, mas teimoso que era, recusou-se a apagar o sorriso e carregou por mais 15 anos a alegria de arrastar o próprio carisma por onde passava.

Amante de carros, partiu no mesmo dia do seu ídolo, Ayrton Senna, deixando à Jéssica, a primogênita, suas últimas palavras: "Não chora não, minha filha."

Cláudio nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 64 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Cláudio, Jéssica Spiller. Este texto foi apurado e escrito por Camila Parobé Anllelini, revisado por Lígia Franzin e moderado por Edson Pavoni em 12 de maio de 2020.