Sobre o Inumeráveis

Cleusa Nair Barbosa de Souza

1954 - 2020

Cozinheira de mão cheia e coração gigante.

Mãe, amiga, irmã, esposa e serva de Deus. Mulher vaidosa, gostava da dupla echarpe-brinco de bola colorida. Cozinheira de mão cheia e coração gigante. Ser humano de espírito acolhedor, guerreava a favor da vida sem murmurar. Viveu e se despediu sendo amada e exemplo para todos ao seu redor.

Cleusa nasceu Jaci (SP) e faleceu Diadema (SP), aos 65 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Ticiana Werneck, a partir do testemunho enviado por filha Paula Cristina, em 4 de maio de 2020.