Sobre o Inumeráveis

Edmilson Aparecido Rinaldini

1966 - 2020

Em constante sintonia com a natureza, seus elementos preferidos eram o fogo e a terra.

Viveu a vida como tem de ser vivida: intensamente.

Aos finais de semana, adorava um churrasco. A programação de fazer trilhas também sempre ia bem. Fosse de moto ou de caminhonete - ele estava lá.

Trabalhava como motorista e amava sua profissão. Muito dedicado que era, logo tornava-se um líder, onde quer que estivesse.

"Liberdade" era a sua palavra. Adorava estar em lugares além da rotina, tanto no trabalho, como no lazer.

Sua conexão com a natureza era admirável. Vivia por essa sintonia. No mar, adorava pescar para sentir a brisa leve trazida pelo oceano.

Além de saudades de sua contagiante alegria de viver, ele deixou um único filho: Bruno.

A esposa, já saudosa dessa energia cativante e da alegria de viver do marido, conta que: "Sua música preferida era 'Emoções', de Roberto Carlos. Ele costumava dizer que era o seu hino... "Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi". E, concorda: "'Emoções' era e é, realmente, o hino de Edmilson".

Edmilson nasceu em Mauá (SP) e faleceu em Santo André (SP), aos 54 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela esposa de Edmilson. Este tributo foi apurado por Phydia de Athayde, editado por Mariana Coelho, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 2 de junho de 2020.