Sobre o Inumeráveis

Edson Agostinho Cassemiro

1956 - 2020

Sempre falava para andar no caminho do bem.

As linhas abaixo foram escritas por Vanessa para seu pai, Edson:

Ele era uma pessoa séria e respeitada, com um coração enorme e com sorriso fácil. Adorava conversar sobre Corinthians, sobre a vida e gostava de passear.

Amava seus filhos mais que tudo, estava sempre falando que nós amava.

Pai do Edson, seu primogênito e seu confidente.

Pai da Vanessa, ele falava que ela era sua princesa. Sempre que se encontravam, ele não esquecia do seu doce em formato de coração.

Pai do Moisés, seu caçulinha, seu companheiro de todas as horas, principalmente das brincadeiras e das risadas.

O senhor estava tão feliz que faltavam três meses para se aposentar.

Ah pai, o senhor está fazendo tanta falta. Estamos com o coração doendo de tanta saudade. Vamos te amar eternamente.

Edson nasceu em Acaiaca (MG) e faleceu em Diadema (SP), aos 64 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Edson, Vanessa Quirino Cassemiro. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Mateus Teixeira, revisado por Luana Bernardes Maciel e moderado por Rayane Urani em 15 de dezembro de 2020.