Sobre o Inumeráveis

Elizeu Franz Sampaio Machado

1981 - 2021

Falava com todas as pessoas com o mesmo amor e respeito. Era muito carinhoso e emotivo.

Além de vendedor de carros e negociador nato, o corintiano Elizeu era pai de Breno, Eduarda, Heitor e Arthur ─ todos filhos de seu primeiro casamento. "Era um homem ativo e dinâmico", afirma Andreia Cristina, sua namorada.

"Fui fazer a inscrição para um treino de corrida e ele me recebeu. Uma semana depois fez uma abordagem direta, dizendo que estava apaixonado por mim e pediu permissão para me enviar mensagens. Foi assim que nos aproximamos. Depois de alguns dias, aceitei encontrá-lo em uma praça e, quando baixei o vidro do carro, ganhei um primeiro beijo roubado. Saí do carro, andamos pela praça de mãos dadas e nunca mais nos separamos", relembra Andreia Cristina.

Elizeu gostava de estar com os filhos, de ficar no sofá assistindo vídeos engraçados com a namorada, de pedalar e de fazer fotos e filmar esses passeios de bike. Fazia brincadeiras com as pessoas, cantava, imitava artistas e amigos. Também gostava de levar e receber café na cama.

"Íamos nos casar e ele queria ter mais um filho comigo, dizia querer um bebê galeguinho e de olho azul, como eu. Realizou o sonho de ir ao show do conjunto Roupa Nova comigo. Foi um namorado dedicado, ajudou na educação da minha filha e preparava lanches quando eu chegava tarde do trabalho", conta a namorada e complementa: "Elizeu nunca dizia não".

Amava os pais, irmãs, cunhados, sobrinhos e filhos. A namorada lembra ainda algumas outras atividades que ele tanto gostava: "Fazer churrascos, sair para comer fora, dançar, andar de bicicleta, ver vídeos sobre treinos de bike, pegar o carro e sair sem hora pra voltar..." Além de curtir grupos de bobeira nas redes sociais, enviava seus próprios vídeos nos grupos da família e também os postava na internet.

"Vivia distribuindo perdão e amor. Uma pessoa cristã que só fez o bem. Para ele, a vida foi uma festa", conclui a namorada.

Elizeu nasceu em São José dos Campos (SP) e faleceu em São José dos Campos (SP), aos 39 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela namorada de Elizeu, Andreia Cristina Hobuss dos Santos. Este tributo foi apurado por Rayane Urani, editado por Rosa Osana, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 31 de maio de 2021.