Sobre o Inumeráveis

Eunice de Paula Souza

1942 - 2020

Era solidária e queria sempre ajudar, dando muitas vezes o pouco que possuía.

Eunice era mãe de Katia, Claudio, Rosemeire. Viveu em função da família, uma esposa que, desde 1966 até o último dia de Pedro, seu marido, viveu ao lado dele com dedicação e amor.

Chamava o filho mais novo e único homem de "meu filhão", muitas vezes deixando as filhas com ciúmes, mas elas sabiam do amor que a mãe nutria de forma igual por todos os filhos.

Todos amavam sua comida, sabia fazer um feijão único, um gnocchi que todos pediam sempre e um pão de queijo especial.

Sempre dizia para as pessoas que tinha uma saúde igual a do pai, que viveu até os 106 anos. Ela jurava que chegaria lá também! Mas, mesmo saudável, exibindo uma saúde de ferro, nenhuma comorbidade e cheia de vontade de viver, dona Eunice partiu.

"Adeus, mãe. Seus filhos amam você!", diz o filho Claudio em nome de todos.

Eunice nasceu em Palmas (MG) e faleceu em Anápolis (GO), aos 78 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo filho de Eunice, Claudio de Paula Souza. Este texto foi apurado e escrito por Lígia Franzin, revisado por Ana Macarini e moderado por Rayane Urani em 3 de fevereiro de 2021.