Sobre o Inumeráveis

Francisco de Holanda Lopes

1950 - 2020

Um ser humano incrível, de grande coração e com o dom de ajudar o próximo.

Um cara cheio de saúde e de sonhos, com muitos objetivos, e que tinha um amor enorme por toda família.

"Tenho certeza que agora você está nos braços de Deus, pelo ser humano incrível que foi. Que o Senhor lhe ilumine e dê vida eterna, pois só os bons merecem estar ao lado do Pai", exalta-o seu filho Juan.

-

Francisco falava sempre que, quem sabe o quer, vai mais longe.

Francisco nasceu em Vargem Grande, cidade pequena, mas foi criado em Itapecuru Mirim, outra cidade maranhense. Era admirado por ser uma pessoa ativa, positiva e um excelente profissional. Sempre se preocupava, ajudava e queria o bem de todos.

Era animado, alegre. Adorava fazer churrasco e amava forró e reggae. Foi um grande pai, companheiro maravilhoso, atencioso e carinhoso. Amava a vida e tinha muitos planos para o futuro. Pensava em voltar para a terra natal e envelhecer lá.

"Todo ano, viajávamos para o Maranhão. Íamos a São Luís, Vargem Grande. Ele amava a família de lá, as irmãs, tios, sobrinhos. Dava-se muito bem com uma sobrinha, Celeste e seu esposo Fernando, com o tio Antônio e com os sobrinhos Rafael e Ricardo, xodós dele. O sonho dele era voltar pra lá e me levar. Estávamos arrumando a casa, comprando os móveis. Ele não via a hora de ir. Estava no Rio ainda por causa do filho caçula, de 24 anos, que ainda iria se formar", conta Sueli, sua companheira.

"Ele foi o melhor na minha vida nesses últimos anos. Passamos muitos momentos bons juntos! Enfim, são muitas lembranças boas e momentos inesquecíveis dos nossos três anos de convivência."

Francisco nasceu em Vargem Grande (MA) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 69 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho, pela neta e pela companheira de Francisco. Este tributo foi apurado por , editado por Raiane Cardoso, revisado por Alessandra Capella Dias e Lígia Franzin e moderado por Alessandra Capella Dias em 21 de maio de 2020.