Sobre o Inumeráveis

Francisco França Machado

1940 - 2020

O “Vô Francisco” só via o lado bom da vida. Achava sempre que tudo era do bem e alegre.

Além de reunir todos os filhos para conversar e comer melancia, amava tocar violão. Uma das lembranças que a família tem muito viva, é dele tocando “Parabéns”.

Acompanhado de um bom café, tinha conversas intermináveis com sua filha Ciléa, que ainda se lembra da caixinha de ferramentas que o pai lhe deu quando ela ainda era pequena, e conta: "Ele explicou cada uma e ainda me ensinou a fazer todos os reparos numa casa”.

Francisco era Baiano, nascido em Cansanção. Era marceneiro, casado com a Lucia e teve oito filhos: Silvano, Dalila, Gabriel, Moisés, Ciléa, Alexandre, Liliane e Rafael. Ele se dava muito bem com os amigos e estava sempre disposto a ajudar.

Uma de suas músicas favoritas era “Sons de Carrilhões”. Um trecho da letra diz assim:

“Se for chorar mais uma vez
Respire o azul, olhe pro mar
Feche os seus olhos, conte: Um, dois, três
Escute os sons dos carrilhões
Desesperar não há porque
Há vento em outras direções
E quando o tempo não ajudar e a tempestade atormentar
Outro farol fará sinais de luz”

Francisco nasceu em Cansanção (BA) e faleceu em São Paulo (SP), aos 80 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Francisco, Ciléa. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Karollina Caria Mendes Costa, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 17 de junho de 2020.