Sobre o Inumeráveis

Henrique Paulino Mota

1979 - 2020

Sempre focado e otimista, lutava com obstinação por aquilo que queria. E alcançava.

Alegre por natureza, Rique, como era chamado, sabia ser divertido e bobo ao mesmo tempo, e assim despertava o riso nos outros, em especial nos momentos em família, que ele tanto adorava.

Para a prima Adriana, ele era bom e dedicado a tudo que fazia: profissão, relações sociais e familiares, e certamente, permanecerá como exemplo para o primogênito Victor Mota. Ela garante que, mesmo na sua ausência, a caçula Lolô crescerá cercada de amor e carinho.

Adriana acredita que Rique cumpriu a missão que lhe foi dada aqui na Terra, passou pela sua prova e agora continua sua jornada na seara da evolução espiritual, em outro plano, onde reencontrará a irmã Patricia e os avós, e aguardará o reencontro dos familiares, um dia.

"Primo querido, receba o meu amor e carinho, minhas preces, meu pensamento positivo! Vá em paz", ela diz.

Henrique nasceu em Duque de Caxias (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 40 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela prima de Henrique, Adriana Paulino Batista. Este tributo foi apurado por Ana Clara Bianchi, editado por Mariana Quartucci, revisado por Juliana Holzhausen e moderado por Rayane Urani em 9 de agosto de 2020.