Sobre o Inumeráveis

Ignez Branco Baptista

1928 - 2020

Dizia que viveria até os cem anos.

Dona Ignez casou-se pela segunda vez aos 72 anos, cinco anos depois de se tornar viúva. Tinha uma força mental extraordinária. Após ter sofrido um AVC, que imobilizou parcialmente seu lado direito, saía da cama todos os dias e não se deixou esmorecer. Não abriu mão de continuar morando em sua casa, o que fez as filhas reorganizarem suas vidas para cuidar dela. “Ela sempre fazia tudo do jeito que queria, sempre”, conta a filha Vera.

Era isso que a tornava única. Quando veio o Alzheimer, ela manteve sua essência: cultivava a vaidade e se mostrava simpática para as pessoas. “Ela cativava a todos com sua alegria de viver", diz.

Ignez nasceu São Paulo (SP) e faleceu Praia Grande (SP), aos 91 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Alana Rizzo, a partir do testemunho enviado por filha Vera Branco Baptista, em 12 de maio de 2020.