Sobre o Inumeráveis

Ignez Rossato

1927 - 2020

Sempre gostou de cuidar de todos. Entre pincéis e números, encantava e surpreendia.

Mulher linda e guerreira, lutou com a vida desde nova. Passou a adolescência lutando contra uma doença. Após vencê-la, conseguiu conquistar o mundo. Sempre foi independente, vaidosa e cheirosa. Tinha mania de cuidar de todo mundo.

Ignez era uma esposa encantadora, uma mãe que cuidou dos seus filhos até o último segundo. Uma avó impecável. "Me faltam palavras para expressar o quanto ela era esplêndida", disse sua neta Jaqueline.

Coração bom, voz perfeita, tinha o dom de pintura. E uma inteligência para fazer contas que parecia mentira. Sempre lúcida e sincera. E, às vezes, difícil de lidar - embora todos sejam, em alguma medida.

"Era alguém que me levava para comprar brinquedos e passava as tardes fazendo palavras cruzadas, vendo SBT. Nunca ganhou um sorteio da Tele Sena, mas não desistia.

"Tenho orgulho de ser sua neta e do que você foi aqui na terra. Cuida de mim dos céus", finaliza a neta.

Ignez nasceu São Paulo (SP) e faleceu São Paulo (SP), aos 94 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Danylo Martins, a partir do testemunho enviado por neta Jaqueline dos Santos, em 20 de maio de 2020.