Sobre o Inumeráveis

Isaías Leite de Oliveira

1941 - 2021

Possuiu uma imensa coragem e desejo de viver: amou, se aventurou, e apreciou as delícias da vida.

Homem bonito, vaidoso e de muita fé, assim era Isaías. Seu nome, que significa "Deus é a minha salvação", talvez o tenha impulsionado a viver sua fé.

Gostava de cantar hinos da igreja, tocá-los no violino ou na sua gaita, e como tocava bem! A música era sua paixão, seu canal de aproximação e conexão consigo mesmo e com o criador.

Amava reunir a família, cozinhar e comer. Usava frases clichês, mas que deixaram saudade, como por exemplo: "coisa boa é coisa boa, coisa ruim não presta" e fazia aquela velha piada de ano novo: "agora, só vou comer o ano que vem"- religiosamente dito após o jantar do dia 31 de dezembro.

Gostava de ensinar, gostava mais ainda de aprender. Era inteligente e íntegro. Das coisas mais grandiosas que Isaías cultivou em vida, a sua família foi a mais preciosa. Seus ensinamentos prevalecem como um bom legado, eternizando as boas memórias construídas.

Isaías foi o amor de alguém.

Isaías nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu em São Caetano do Sul (SP), aos 79 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Isaías, Carolina Monique de Oliveira Dantas. Este tributo foi apurado por Rayane Urani, editado por Leiana Isis de Oliveira, revisado por Renata Nascimento Montanari e moderado por Rayane Urani em 26 de abril de 2021.