Sobre o Inumeráveis

Ivanildes Marinho Batista Gomes

1940 - 2020

Nunca deixava um "eu te amo" para depois.

Qualquer tentativa de quantificar e expressar o quanto ela significa está condenado ao fracasso, já que simplesmente estar perto da dona Ivanildes era automaticamente poder se sentir muito amado, sendo então, de difícil descrição.

Um doce de avó, sempre recebia todos os netos os chamando calorosamente de “filhão” ou “filhona”.

Do alto da sua simplicidade, deixou sofisticadas lições sobre resiliência, carinho e fé, até mesmo em seus últimos momentos aqui na terra.

“Um amor tão grande que nem cabia nela, que agora pode ser por inteiro nos braços do Pai e junto com o vovô. Que Deus possa confortar os nossos corações. Bom descanso, vovó! Uma saudade enorme e meu amor inteiro.” Gratifica Roberta, sua neta.

Ivanildes nasceu Santarém (PA) e faleceu Belém (PA), aos 79 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Bianca Ramos, a partir do testemunho enviado por neta Roberta Gomes Wanderley, em 9 de maio de 2020.