Sobre o Inumeráveis

Janete Eugênio da Silva

1947 - 2020

Doce como o bolo de laranja que pedia com carinho para a sobrinha fazer.

Todas as vezes que ia à casa da tia Janetinha, ela pedia à sobrinha Jhade para fazer um bolo de laranja. Sempre preocupada com a família, acordava cedo e ligava todos os dias para saber se estavam bem e o que faríamos para o almoço.

Adorava ir ao mercado. Era como uma “mãezona” e sempre tratava a todos com muito amor e cuidado.

Se esquecíamos alguma roupa na casa dela, ela doava pra igreja. "Tia, a senhora viu uma roupa que deixei aqui? Ih minha filha, eu levei pra igreja."

Teve seus amores, Délcio, Délio, Natália e Rodrigo.

Lembra a sobrinha: "Todas às vezes que eu acordava, dava bom dia e ela dizia "deita aqui com a sua tia, Babadi" (meu apelido), e fazia carinho em mim."

Janete nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 73 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela sobrinha de Janete, Jhade Mendes. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Matheus Fernando Sanchez de Siqueira, revisado por Didi Ribeiro e moderado por Rayane Urani em 25 de maio de 2020.