Sobre o Inumeráveis

José Henrique da Silva

1958 - 2020

O carioca de personalidade forte que pilotou sua própria vida, contagiando a todos com uma sabedoria ímpar.

Da morte de Ayrton Senna à vitória de Rubens Barrichello: na corrida da vida, um homem sempre presente. Amante da Fórmula 1, era com seu filho, que José assistia às clássicas disputas; fontes das mais variadas emoções que cruzam a escala tristeza-alegria. Mas, quando viajava pelo Brasil, era ele o centro das atenções do filho Fabio, que o via, ao vivo e em cores, dirigir seu carro com tanto gosto e maestria, numa verdadeira aula.

“Ensinou a mim e a minha irmã a não aceitarmos desaforos. A termos pulso firme” conta Fabio, que relembra saudosamente as madrugadas preenchidas por filmes, miojo e os jogos Pinball, Claw e Full Throtlle na companhia do pai. “E a copa de 94? Foi incrível! Ele não era lá grande fã de futebol, mas talvez esse tenha sido o evento que me inspirou tanto a gostar e virar flamenguista, mesmo com uma família toda vascaína”, revela. “Meu pai me ensinou muitas das coisas que hoje se traduzem em parte da minha personalidade. Descanse em paz, pai. Te amo para sempre!”

José nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 62 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho de José. Este tributo foi apurado por Karollina Mendes, editado por Irion Martins, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 26 de maio de 2020.