Sobre o Inumeráveis

José Jorge Silva

1949 - 2020

Carrega nome de guerreiro: Jorge. Exatamente como ele era.

O corretor de imóveis começou a trabalhar aos 7 anos, vendendo doce na rua para ajudar a mãe. Desde cedo batalhou, trabalhou muito. Com esse nome já se sabia: era Jorge, o guerreiro.

Fez uma opção: dar. E dedicou-se à família, às festas e cantorias. A última música cantada em muitas vozes foi “como é grande o meu amor por você”.

Segundo a filha Andressa: “o melhor pai, tio, marido, cunhado, avô, genro e sogro”. Jorge foi e será muitos em um.

E era reconhecido pelas manias: ligava constantemente aos três filhos e não dizia nada. E estocava chup-chups, aquele doce, superdoce.

Levava a vida na graça. Escolheu sorrir e quis ser lembrado assim, com alegria.

José nasceu em Ilhéus (BA) e faleceu em Santos (SP), aos 70 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de José, Andressa Mayra Silva. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Juliana Vieira, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 29 de julho de 2020.