Sobre o Inumeráveis

José Vicente Dantas

1935 - 2020

Amante da simplicidade, sempre dizia: “Bonito é o natural, nada de luxo”.

José Vicente era conhecido como Zé Bode pelos amigos que sempre gritavam no portão quando ele passava na rua, lembra a filha Renata.

Homem do campo, José Vicente gostava de tudo simples. Criado na roça, sem luxo, sabia apreciar como ninguém a simplicidade do campo, mesmo na cidade.

Renata conta como o pai gostava de passar as tardes em casa, contemplando a natureza de seu quintal, ou melhor, da sua “roça”, como definia. Assim, na companhia de seu cachorro e gato, rodeado de suas plantas, fazia palavras cruzadas embalado na rede.

Esses momentos de tranquilidade alternavam-se aos agitados afazeres que José Vicente sempre buscava, como pintar as paredes, "arrumar ou estragar algo", como revela, brincando, a filha. “Ele não gostava de ficar parado. Quando não tinha nada para fazer ia dar umas voltas”, acrescenta.

Entre seus passeios favoritos, estava o de andar de trem. E foi assim que José Vicente viveu, contemplando as belezas naturais de uma vida simples.

José nasceu em São José de Piranhas (PB) e faleceu em Santo André (SP), aos 84 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de José, Renata Dantas. Este tributo foi apurado por Hélida Matta, editado por Rosimeire Seixas, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 31 de julho de 2020.