Sobre o Inumeráveis

Kerson Ferreira Salomão

1962 - 2020

Chamava todo mundo de vascaíno: "E aí, vascaíno, como você está?" era o jeito dele de cumprimentar.

Kerson foi uma pessoa muito generosa, simpática e alto-astral. Chamava todo mundo de vascaíno pois era seu time do coração. Gostava de reunir a família e os amigos para beber sua cervejinha e aproveitar cada momento especial que a vida lhe proporcionava.

Foi um pai, marido, filho, padrinho, irmão e amigo sempre presente, que não media esforços para ajudar todos à sua volta. Sua partida foi duramente sentida, era querido por todos.

"Agora não ouviremos mais seus gritos pela rua, seus cumprimentos 'e aí, vascaíno, como você está?' Pai Keuzinho, agora ficou só a saudade de tudo o que vivemos, a dor pelo último adeus não dado e pelas palavras não ditas. Agora você está brilhando em outro lugar, meu eterno vascaíno", diz Priscila, filha de Kerson.

Kerson nasceu em Carlos Chagas (MG) e faleceu em Manaus (AM), aos 58 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Kerson, Priscila Carolina Santos Silva Salomao. Este tributo foi apurado por Lígia Franzin, editado por Raiane Cardoso, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 28 de julho de 2020.