Sobre o Inumeráveis

Laudelino Przybilski

1946 - 2021

Gostava de ser companheiro, foi o melhor amigo do filho em todas as suas fases.

Paranaense, natural do sul do estado. Laudelino tinha um coração bem grande. Educado, sempre estava disposto a ajudar as pessoas, e não pedia nada em troca disso. Foi eletricista, fazia reformas no geral, era um faz-tudo.

Era também muito brincalhão, sempre tinha umas piadas prontas para qualquer ocasião. Amante do futebol, sempre era visto assistindo a um jogo do Athletico Paranaense, seu time do coração. Devoto de Nossa Senhora e fã de sertanejo raiz, "Coração de Luto", do Teixeirinha, era sua música favorita.

Foi um excelente pai, junto de sua esposa, Auli, batalhou muito para criar seus três filhos. Um deles, Laudelino Júnior, lembra do pai como um amigo, que sempre fez questão de estar ao seu lado em seus melhores momentos, dele e do neto, Théo.

"Quando eu era criança, por volta dos dez anos, eu treinava futebol em uma escolinha. Teve um campeonato, lembro bem daquele dia em que ele me acompanhou o dia inteiro, e eu via ele feliz e vibrando bastante. Lembro dele emocionado no meu casamento, e também no nascimento do meu filho. Só eu sei como meu pai sempre quis um neto, para poder brincar com ele. Meu pai conviveu com o Théo por quase quatro anos, sei que o amor que ele tinha por meu filho era imenso, notava-se toda vez que o via".

Após o falecimento de Laudelino, descobriu-se que ele contribuía para o Hospital Pequeno Príncipe, uma instituição filantrópica de Curitiba dedicada à saúde infantojuvenil.

Laudelino nasceu em Lapa (PR) e faleceu em Curitiba (PR), aos 75 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pelo filho de Laudelino, Laudelino Przybilski Junior. Este tributo foi apurado por Ana Macarini, editado por Bruno Pereira de Souza, revisado por Bettina Florenzano e moderado por Rayane Urani em 31 de agosto de 2021.