Sobre o Inumeráveis

Luiz Pereira dos Santos

1964 - 2020

Vivia sorrindo, tinha seu próprio time de futebol, era DJ e adorava um churrasco com cerveja.

Pereira era definido por muitas coisas.

Era marido da Susy há 32 anos. Pai da Hellen, da Emylle e da Evellyn. Avô da recém-chegada Ana Luiza.

Pereira era torcedor fanático do Palmeiras. Mas também tinha seu próprio time de futebol, o Velha Guarda. Era um amante do esporte e do carnaval.

Pereira era fã de um bom churrasco, de “tomar uma latinha” no bar com os amigos e de viagens em família.

Pereira era simples, humilde e jamais era encontrado com um rosto triste. O sorriso era sua marca registrada.

“Com ele tudo era festa. As festas juninas, Natais... Sempre em família. Sem contar nossas caipirinhas na laje, acompanhadas das suas músicas e de um delicioso churrasquinho”, conta a filha Evellyn. “Que coisa boa foi fazer galinhada no tacho com ele!”

Nos últimos anos, Pereira também era DJ! O DJ Pereira da Festa Soul. Evellyn garante que o pai virou um sucesso! “Foi sensacional! Ele achou algo maravilhoso para ocupar suas horas vagas, fazendo uma das coisas que mais gostava. Logo ele começou a reunir amigos de infância e amigos atuais, todos conectados pela rádio web. Ele não cabia em si de tanta felicidade!”

Hoje, sua filha tem certeza que Pereira ainda é tudo isso em um lugar melhor. E Pereira pode seguir sendo o “cara nota 10” que foi por aqui, com a certeza de carregar, eternamente, o imenso amor de sua família. “Você certamente fará tudo isso novamente, todas as suas benfeitorias. Só que agora, ao lado de Deus. Saudades imensas”.

Luiz nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 55 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Luiz, Evellyn Katherine dos Santos. Este tributo foi apurado por Viviane França, editado por Maria Luiza Gonçalves, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 23 de julho de 2020.