Sobre o Inumeráveis

Manoel Dias

1943 - 2020

Gostava de ver o Rio Madeira e de pescar.

Mané, como era chamado pelos mais próximos, era pai, avô, bisavô e a felicidade da família.

Era alegre, honesto, sincero e amava os netos.

Casado com Clarice por mais de cinco décadas, cuidava da esposa com o maior apreço e dedicação. Com ela, juntos tiveram os filhos: Márcia, Márcio e Noeli, que apontam o pai como “referência de homem”.

Era pedreiro e adorava trabalhar. Gostava de ir a São Paulo ver os edifícios e visitar a família. Amava dirigir e o fazia como ninguém.

Tinha uma ligação forte com o Rio Madeira. Sempre que podia, ia ver o rio e pescar.

Manoel nasceu em Natividade da Serra (SP) e faleceu em Porto Velho (RO), aos 77 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Manoel, Marcia Aparecida Nunes Dias Barros. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Alexandre Ramos Costa, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 4 de dezembro de 2020.