Sobre o Inumeráveis

Maria Aparecida da Silva Nascimento

1967 - 2020

Floresceu um jardim de rosas no coração de quem a conheceu.

Batalhou incansavelmente para dar uma vida melhor aos filhos, seja na roça do Sertão Alagoano, seja na região metropolitana de São Paulo - para onde se mudou com os filhos ainda pequenos.

A alegria de Maria Aparecida era contagiante. Inabalável - nem mesmo por uma viagem de quase três dias dentro de um ônibus, acompanhada dos três filhos (Edilson, Edneide e Elizabete) ainda pequenos, rumo a Mauá (SP). O marido Antônio havia partido para São Paulo meses antes em busca de novas oportunidades, mas a família só se reencontrou após ele conseguir um trabalho.

"Ah, aquele dia... eu me lembro como se fosse hoje, ela estava tão feliz e radiante! Em seus olhos tinha a esperança de uma vida melhor para a nossa família. Ela chegou feliz, espalhando todo seu amor, mesmo sabendo que haveria obstáculos. Era o início de uma nova vida!", relembra a filha, Edneide.

Era muito vaidosa, adorava comprar perfumes. Mas sua maior alegria era poder tomar uma cerveja com o marido e reunir filhos e netos para um belo almoço preparado por ela mesma.

Se os filhos precisassem, ela faria de tudo para ajudá-los. Despediu-se dizendo que os amava muito. Para a filha Edneide, Maria Aparecida sempre será "a mais linda flor em seu jardim".

Maria nasceu em Palmeira dos Índios (AL) e faleceu em Mauá (SP), aos 52 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela filha de Maria, Edneide da Silva Nascimento. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Felipe Held, revisado por Luiza Carvalho e moderado por Rayane Urani em 4 de junho de 2020.