Sobre o Inumeráveis

Maria do Socorro Silva

1965 - 2020

Mulher admirável que veio ao mundo cheia de sonhos e costurou-os um a um em sua máquina de coser.

Mãe de três filhos de sangue e outros tantos de coração, foi um exemplo de integridade e força, sem nunca perder a alegria e a vontade verdadeira de ajudar qualquer pessoa que precisasse dela.

Dona de uma fé inabalável, honrou sua crença por meio de atitudes e gestos concretos de afeto e solidariedade.

Tinha mãos de fada. Sua arma para vencer as dificuldades da vida e sustentar sua família eram agulha, linha e tecido. Socorro tecia pequenas obras de arte com sua delicadeza, capricho e habilidade.
Estava cheia de planos para o futuro. Os planos aqui na Terra foram interrompidos. Mas essa moça de sorriso autêntico e alma de luz há de ser recebida “Como uma Deusa", pelos Orixás no azul celestial do universo divino.

O céu ganhou mais uma estrela, que encantará os anjos com sua alegria, doçura e caráter.

Os que aqui ficaram dizem mil vezes por dia o quanto te amam e acreditam que embalarão seu descanso nas nuvens com esse canto de amor.

Esteja em paz, guerreira! Sua missão neste mundo foi cumprida com louvor.

Maria nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 49 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela amiga de Maria, Edna Pescarmona. Este texto foi apurado e escrito por Ana Maria Macarini, revisado por voluntário e moderado por Rayane Urani em 26 de maio de 2020.