Sobre o Inumeráveis

Maria Luiza Cardoso Frazão

1945 - 2020

Sempre dizia que coração dos outros é terra que ninguém pisa.

Mulher de grande coração e sorriso largo, ela era alegre e jovial.

Temente a Deus, nunca deixava de rezar e de pedir proteção para seus filhos e marido; mesmo sabendo que a "salvação" é individual, ela sempre pedia, pois sabia que Deus iria ouvi-la. E foi pedindo que o Espírito Santo não a abandonasse que passou seus últimos momentos.

Cheia de vida, alegria era sua marca registrada!

"Até hoje não acreditamos que você não está mais com a gente. Sinto falta de ouvir sua voz quando lhe telefonava. Mãe, nunca passei tanto tempo sem ouvir tua voz, são muitos dias sem lhe ouvir! Muitas vezes ouço tua voz na minha voz. Sou um pouco (muito) de ti, mãe!", declara a filha Cristiane.

Brincalhona, Maria Luiza sempre atendia o telefone dizendo: “Fala que te escuto” ou “O que manda de bom?”

Todos os dias sem ela são difíceis para seus filhos e marido.

Ela, que viverá para sempre em suas memórias e lembranças.
Eles, que a amarão para sempre.
Eles, que a amarão nesta vida e na outra!

Maria nasceu em Alenquer (PA) e faleceu em Belém (PA), aos 75 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela filha de Maria, Cristiane Socorro Cardoso Frazão Valente. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Alessandra Capella Dias, revisado por Paola Mariz e moderado por Rayane Urani em 14 de junho de 2020.