Sobre o Inumeráveis

Naomi Munakata

1955 - 2020

A grande maestrina de música coral do Brasil.

Como maestrina, Naomi tinha o poder de aliar a energia de cada pessoa do coral para potencializar cada nota da partitura em uma incrível interpretação que deixava a todos arrepiados de emoção. Durante muitos anos esteve à frente do Coro da Osesp e seu último trabalho foi como regente titular do Coral Paulistano Mário de Andrade. “Cada momento com ela era singular, fosse numa conversa sobre música ou tomando chá e comendo comida japonesa”, conta o amigo Guilherme. “Agora, ela vai reger ao lado dos compositores que admirava. Obrigado, Naomi, por fazer a vida valer mais a pena”, diz ele.

Do amigo, Guilherme.

-

Por duas décadas, Naomi foi regente do Coro da Osesp, além de diretora e professora da Escola Municipal de Música de São Paulo, diretora artística e regente do Coral Jovem do Estado, regente-assistente do Coral Paulistano e professora na Faculdade Santa Marcelina e na FAAM.

Ao lamentar a morte da regente, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) agradeceu a "contribuição inestimável dada por Naomi à música coral brasileira".

Do ex-aluno, Xavier Bartaburu.

-
Naomi amava a vida, amava cuidar das pessoas e seu amor à música permeava todos os seus afetos.

Da amiga, Aída Machado.

Naomi nasceu em São Paulo (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 64 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Ticiana Werneck, a partir do testemunho enviado por amigos Guilherme e Xavier, em 3 de maio de 2020.