Sobre o Inumeráveis

Rafael Ramos

1987 - 2020

Um rapaz muito bonito e, que por esta razão, na adolescência era chamado de “Mamão”.

Quem conhecia Rafael rapidamente se deparava com um ser humano de amor infinito, sensível à dor alheia, de coração bom, que emanava harmonia e a todos tratava com respeito.

Casado com Darlene, foi um homem apaixonado pela família, sempre pronto a dizer sim e a acolher a todos que precisavam.

Adorava assistir a Animes, aqueles desenhos e animações japonesas. Era apaixonado por filmes, séries, jogos online e, muito caseiro, saia de casa quase sempre para ir ao cinema, coisa que adorava fazer. “Comia pipoca todo dia enquanto via seus Animes, mas só começava de fato a comer quando o que ele escolheu para assistir começava a rodar”, lembra Vanessa, sua irmã.

Vanessa não se esquece da ida dos dois a uma exposição de Game of Thrones e da timidez do irmão em tirar fotos no lugar, enquanto ela estava toda animada. “Foi um dia com muito carinho e risadas, ele era engraçado”, conta Vanessa.

Rafael foi para Vanessa o melhor irmão do mundo e será sempre lembrado pelos pais, demais familiares e por todos que afortunadamente tiveram a oportunidade de conhecê-lo como uma pessoa iluminada que era.

Rafael nasceu em Duque de Caxias (RJ) e faleceu em Belford Roxo (RJ), aos 33 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pela irmã de Rafael, Vanessa. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Fernanda Rivelli, revisado por Rosana Forner e moderado por Rayane Urani em 31 de maio de 2020.