Sobre o Inumeráveis

Reinaldo Oliveira dos Santos

1963 - 2020

Ele certamente está dançando Michael Jackson e James Brown no céu.

“Te amo demais meu irmão, nunca se esqueça disso”, disse Erisvaldo para seu irmão Nado, no leito do hospital. Já sem forças, Nado só respondeu com um sorriso.

Eles eram em oito irmãos. Nado era o mais velho. Muito dedicado e amoroso tanto com os irmãos como com a mãe, ele era dos mais alegres, e não economizava nos passos de dança quando tocava Michael Jackson e James Brown, seus ídolos da música.

Depois que sua filha única, Sabrina, faleceu, as danças rarearam. “Ele se fechou um pouco, mas seus netos ainda tiravam um sorrisinho dele”, conta o irmão.

Trabalhava como servente de pedreiro e adorava um filme de faroeste. Não recusava um convite para “tomar umas biritas”.

Honesto e bondoso, o marido de Maria José, será lembrado como o ótimo filho, irmão, pai e avô que foi. Um apaixonado.

Reinaldo nasceu em Ilhéus (BA) e faleceu em São Paulo (SP), aos 57 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo irmão de Reinaldo, Erisvaldo Oliveira dos Santos. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Ticiana Werneck, revisado por voluntário e moderado por Rayane Urani em 26 de maio de 2020.