Sobre o Inumeráveis

Talita Dentello

1984 - 2020

A madrinha que todos queriam em seu casamento e dona de uma luz que acolheu quem conviveu ao seu lado.

Talis, tinha um enorme prazer em viver. Alegre e companheira, foi madrinha de casamento de muitas de suas amigas.

Foi casada também, com o Thiago. Era leal, amiga e estava sempre de bem com a vida. Trabalhou com administração e finanças e deixará saudades pela luz que emanava por onde passou.

-

Se houvesse um ranking de participações como madrinha de casamento, Talita estaria no topo — e isso diz muito sobre quem ela era. Sempre a primeira opção para tarefas que são delegadas somente a quem inspira confiança, fidelidade e amizade, Talita era luz e acolhimento. Tinha uma presença gostosa, que fazia bem a quem estava por perto e precisava pegar emprestado um pouco da sua paz e serenidade.

Alma evoluída, escolhia ver o lado bom das situações, mesmo as que mais a desafiavam. Dona de uma fé inabalável, começou a construir cedo uma história sólida com o marido e, juntos, praticavam a religiosidade da forma mais bonita: por meio de ações.

Talita não precisava de muito tempo para conquistar quem tinha conhecido há pouco, porque sua essência transbordava em cada gesto, cada fala, cada mão estendida quando necessário.

Há dois anos, fez a única viagem internacional da sua vida, graças ao presente de uma amiga, que só queria agradecer Talita por ser quem ela era e celebrar uma amizade na qual confiavam, uma a outra, seus maiores tesouros.

Lutou por dias, mas a sua luz era necessária em outro lugar.

Talita nasceu em Bragança Paulista (SP) e faleceu em Bragança Paulista (SP), aos 35 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido de Talita, Monique Leme e Karin Koedel. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Carolina Lenoir, revisado por Lígia Franzin e moderado por Edson Pavoni em 12 de maio de 2020.