Sobre o Inumeráveis

Terezinha Maia Lopes

1948 - 2020

Se enchia de orgulho ao ouvir que um de seus netos era a cara dela.

Dona de um humor contagiante que alegrava a casa inteira, Terezinha era uma pessoa muito acolhedora. Dormir, para ela, era sagrado, mas o amor pelos netos era tão incondicional, que facilmente deixava o sono de lado quando via a casa cheia deles.

Muito faladeira, a carioca esbanjava simpatia. Principalmente, quando comentava com a nora sobre um amor antigo: as plantas, que sempre urgiam uma visitinha. “Eu tenho que te mostrar como estão minhas plantas!”

Terezinha nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), aos 71 anos, vítima do novo coronavírus.

História revisada por Irion Martins, a partir do testemunho enviado por nora Márcia, em 9 de maio de 2020.