Sobre o Inumeráveis

Thiago Donato Pereira

1987 - 2020

Companheiro dos bons para qualquer rolê, amava um show de rock. Fazia sorrir até mesmo em dias ruins.

Tem gente que chega iluminando todo e qualquer lugar por onde passa. E Thiago sempre foi isso: luz.

Um cara do bem, era aquele amigo dono da melhor palavra de conforto, mesmo que ele não estivesse em um dia bom. Era inevitável: bastava conhecê-lo para amá-lo.

Seu coração era inundado por muitas paixões: a família, a namorada Itala, tocar seu violão e jogar seu futebol americano eram as principais. E falando em futebol americano, Thiago era a alma do time. Afinal, a tudo o que se dedicava a fazer, dava seu melhor.

Perto do Thiago, era impossível não sorrir. Pensa num cara da zoeira, fã de uma boa piada. Risada na certa, né? E além de tudo, era um companheiro dos bons pra qualquer rolê, desde viagens a bons shows de rock – dos quais ele era um adorador.

Faltam adjetivos pra descrever Thiago. Humilde, amoroso, da paz, carinhoso, verdadeiro, batalhador, solidário. Por aqui, sua luz segue forte, brilhante. Jamais se apagará.

Thiago nasceu em Diadema (SP) e faleceu em Diadema (SP), aos 32 anos, vítima do novo coronavírus.

Tributo escrito a partir de testemunho concedido pelo amigo de Thiago, Moisés. Este texto foi apurado e escrito por Jornalista Maria Luiza Gonçalves, revisado por Gabriela Carneiro e moderado por Rayane Urani em 4 de junho de 2020.