Sobre o Inumeráveis

Walber Marques

1947 - 2020

Acordava no meio da noite para comer seu lanche preferido.

"E aí meu, tudo bem?" Era assim que ele chegava.

Cheio de histórias pra contar, ele contava sempre aquelas da sua infância, das coisas que ele aprontava. Às vezes, quando as horas se estendiam, ele até acabava dormindo no meio de uma história...

"Tinha a mão mais fofinha que já existiu, mão que me ninava e me acalmava, era meu anjo da guarda!", diz Wendy.

Ele também tinha uma risada gostosa, era paciente e ao lado dele a gente se sentia protegida.

Tinha muita vitalidade e fazia planos para muitos passeios ainda... Também dava bons conselhos e ensinava muita coisa, um vovô maravilhoso!

"Um dia a gente se reencontra... e, nesse dia, vou querer aquele 'abraço de urso'. Eu te amo e sinto muitas saudades!", adiciona Wendy a este Memorial.

Walber nasceu em Abaetetuba (PA) e faleceu em Belém (PA), aos 74 anos, vítima do novo coronavírus.

Testemunho enviado pela neta de Walber. Este tributo foi apurado por Malu Marinho, editado por Alessandra Capella Dias, revisado por Lígia Franzin e moderado por Rayane Urani em 19 de maio de 2020.