INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

São Vicente (SP)

Geni de Macedo Arimura, 72 anos

Defendia seus filhos e netos com unhas e dentes.

João Draus Pinto, 81 anos

Iluminado: sua genialidade não era apenas quando o assunto era elétrica, possuía uma grande energia vital.

Maria Bernadete de Souza, 59 anos

“Ótima, só a Dete”, que além de doces, carregava consigo o mais puro amor e carinho.

Mauricéia Emília de Albuquerque, 64 anos

Ensinou o significado de generosidade a todos que estiveram a sua volta.

Nair Ayres Fernandes, 93 anos

A vida é doce como bolo de banana caramelizada.

Nei Braz Lobato Sessa, 65 anos

Um palmeirense fanático, tudo nele era intenso.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa