INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Sumaré (SP)

Adolfo Pedro Cipriano, 58 anos

Sábio nas palavras e altruísta nas atitudes, amparava todos a quem podia ajudar de alguma forma.

Amadeu Marques Caldeira, 78 anos

Solidário e solícito, era o faz-tudo na vizinhança, o típico sujeito gente boa.

Cristiano Gonçalves da Silva, 35 anos

O caminhoneiro de jeito pacato foi um filho amoroso e demonstrou todo o amor de pai à filha ainda em gestação.

Luciano Teixeira de Castro, 45 anos

Dono de uma voz estrondosa e contagiante, não media esforços para ajudar as pessoas com seu coração imenso.

Maria Socorro Soares Ribeiro, 71 anos

Realizou o sonho de morar no sítio, cuidando das plantas, das galinhas e passando seu café bem forte.

Sonia Maria Ferraz, 57 anos

Uma pessoa que gostava de ouvir o outro.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa