INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Bauru (SP)

Elizabeth Barbosa, 56 anos

Cozinheira de mão cheia, preparava tudo com muito amor. Gostava de cerveja sem álcool e amava o mar.

Idivina Campos Roque, 95 anos

Viveu intensamente sua vida e cumpriu a missão na terra.

Lyurce Batista de Oliveira, 76 anos

Jamais passava pelo caixa expresso se tivesse um único item a mais do que os dez permitidos em seu carrinho.

Paulo Moisés Alexandrino, 64 anos

Era parceiro de truco e de pesca de sua filha. Ao lado dele, ela perdia o medo.

Roque José Ferreira, 65 anos

Antes mesmo de nascer, a luta e a ferrovia já estavam em sua vida.

Teresa Teixeira de Matos, 65 anos

Jogava futebol, videogame e estilingue em latinhas com os netos.

Wagner do Amaral, 79 anos

Para ele, não existia distância grande o suficiente. Viajava centenas de quilômetros para ver a família.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa