INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Ubá (MG)

Fabrício Ribeiro Rodrigues, 33 anos

Homem de Deus que amava estar na roça, tomar banho de rio e comer um bom frango caipira.

Giulia Lima Bertelli, 20 anos

Intensa em seus sentimentos, era do tipo que ria até a barriga doer e chorava até o mundo acabar.

João Batista Bueno Filho, 72 anos

A união da família e a comunhão com os amigos eram fundamentais para ele.

Joaquim Benedito Gomes, 88 anos

Orgulhoso dos doze filhos e da descendência, costumava dizer: "Não existe gente feia nessa família".

Luiz Gonzaga Padovani, 60 anos

Ele era cheio de sonhos, e os sonhos de quem ele amava também eram urgentes; foi por esses que ele mais lutou.

Maciel Vicente da Silva, 65 anos

Devoto de São Jorge, não ficava sem fazer a feijoada para homenagear o santo.

Marina de Oliveira Calli, 84 anos

Incrivelmente carinhosa e apegada aos netos. Torcedora ferrenha do Palmeiras.

Nilda Gouveia da Silva, 68 anos

Festeira que só, essa educadora adorava reunir, com seu marido Maciel, a família em sua piscina.

Raimundo Lourenço Simões, 53 anos

Colorado apaixonado pela família e cheio de fé. Só tomava banho gelado e não tinha celular.

Ronaldo Carvalho de Oliveira, 52 anos

Sempre brincalhão e sorridente. E a gargalhada então?

Rubens Venâncio dos Santos, 75 anos

Mesmo levando uma vida humilde, sempre foi muito feliz. A simplicidade foi seu maior ensinamento.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa