INUMERÁVEIS

Memorial dedicado à história
de cada uma das vítimas do
coronavírus no Brasil.

Campos Dos Goytacazes (RJ)

Cremilson de Almeida Gomes, 46 anos

Amava encontrar a casa cheia e com uma boa festa.

Fábio José Pessanha Leandro, 44 anos

Generoso e cuidadoso, era o dindo amado das crianças, o master chef dos irmãos.

Ilma Ferreira Mendes Vieira, 78 anos

Definitivamente ela não era deste mundo. Sua bondade simplesmente não combinava com o resto da humanidade.

Luiz Roberto Cardoso Ribeiro, 75 anos

Cardosão, “a lenda viva”, era brincalhão e amoroso. Bon-vivant, sempre soltava a frase: “Dinheiro pinta”.

Maria José de Souza Barata, 72 anos

Mulher de fibra, costurou um cotidiano de amor, coragem e fé.

Mariza Therezinha de Almeida Barreto, 83 anos

Uma artista em seu ofício e no dom de transmitir seu legado de fé, esperança e amor.

Regina Márcia Pessanha Leandro, 72 anos

A paixão pela família era o traço marcante dessa rainha que fazia o melhor chuvisco.

Roberto Passos Leandro, 72 anos

Exagerado nos sentimentos e nas comidas. De sua cadeira, adorava observar a fartura de alegria.

Ronaldo Denys de Moura, 94 anos

Um avô coruja que amava mimar os netos e, com eles, saborear sua paixão: sorvetes! Principalmente os de creme.

Roselia Belo Pereira, 61 anos

Era uma verdadeira leoa para proteger seus filhos.

Thiago Luiz Ferreira Maciel, 35 anos

Amava muito o sorriso da sua esposa e amava ainda mais o sorriso banguela de Bruna, sua filhinha.

não há quem goste de ser número
gente merece existir em prosa